Transtorno Disfórico Pré-Menstrual

Transtorno Disfórico Pré-Menstrual


Infelizmente a maioria das pessoas não tem conhecimento sobre o Transtorno Disfórico Pré-Menstrual (TDPM), pré-julgando os sintomas como sendo os da tão conhecida Tensão Pré-Menstrual. No entanto, tanto a intensidade quanto a frequência e tempo de duração dos sintomas são bem mais agressivos, deixando a pessoa totalmente incapacitada no seu dia a dia.

Tensão Pré-Menstrual

psiquiatra tpm

A TPM é um tema importante no universo feminino já que, o mal-estar do período que antecede o ciclo menstrual é experimentado por mais de 80% das mulheres em idade reprodutiva. Irritabilidade, desânimo, inchaços e dores na região abdominal e nas mamas são alguns dos sintomas mais frequentes da TPM.

Transtorno Disfótico Pré-Menstrual

Existe uma espécie de variante da TPM, menos conhecida pelas mulheres, que causa desconforto muito mais intenso e severo. Trata-se do Transtorno Disfórico Pré-Menstrual (TDPM), que atinge de 3% a 8% das mulheres. Na TPM o desconforto costuma melhorar espontaneamente, ao passo que no TDPM, acaba necessitando de tratamento especializado para o seu alívio. Além da incapacitação gerada pelo transtorno, o TDPM pode piorar sintomas depressivos e ansiosos, além de aumentar o risco de a mulher desenvolver depressão pós-parto.

Para que seja constatada a ocorrência do TDPM é necessário que sejam notados pelo menos cinco de 11 sintomas e que um deles, no mínimo, seja considerado de intensidade maior que 8, em uma escala de 1 a 10.

Entre os indesejáveis sintomas do Transtorno Disfórico Pré-Menstrual estão:

  1. Humor deprimido, sentimentos de falta de esperança ou pensamentos auto-depreciativos;
  2. Acentuada ansiedade, tensão, sentimento de estar com “nervos a flor da pele”;
  3. Instabilidade afetiva acentuada;
  4. Raiva ou irritabilidade persistente e acentuada ou conflitos interpessoais aumentados;
  5. Diminuição do interesse pelas atividades habituais;
  6. Sentimento subjetivo de dificuldade em concentrar-se;
  7. Letargia, fadiga fácil ou acentuada, falta de energia;
  8. Acentuada alteração do apetite, excessos alimentares ou avidez por determinados alimentos;
  9. Hipersonia ou insônia;
  10. Sentimento subjetivo de descontrole emocional;
  11. Outros sintomas físicos, como sensibilidade ou inchaço das mamas, cefaléia, dor articular ou muscular, sensação de “inchaço geral” e ganho de peso;
psiquiatra tpm

Tratamento

Antes de pensar em tomar medicação, é importante primeiro avaliar outras táticas para tentar melhorar os sintomas como ter uma dieta com foco em controle do estrógeno, rico em antioxidante e em ômega 3, além de exercícios e manter um hábito de vida saudável.

Não existe um tratamento padronizado para o TDPM, conquanto têm alternativas medicamentosas, que podem diminuir efetivamente o seu sofrimento, promovendo melhora na sua qualidade vida.

Uma opção bastante eficaz no controle dos sintomas é a administração de antidepressivos, principalmente da classe dos Inibidores Seletivos da Recaptação da Serotonina (ISRS), que aliviam as alterações do humor e sentimentos de ansiedade, angústia e depressão. É importante lembrar que esses remédios não viciam e que o tratamento é feito por períodos limitados.

Outra opção é suspender o ciclo menstrual, mas nesse caso faz-se necessário tomar hormônios que podem ser mais agressivos ao organismo, necessitando de um acompanhamento próximo junto com o ginecologista.

Dicas para aliviar a TDPM

  1. Alimentação saudável – reduzir o sal e a gordura; controle do estrógeno; alimentação rico em Ômega 3 e Antioxidantes.
  2. Exercícios frequentes – contínuo, mas com menor intensidade durante o período pré-menstrual.
  3. Evitar tomar café e bebida alcoólica;
  4. Mantenha a rotina já estabelecida;
  5. Dormir e descansar a mente.

Dr. Thomas Katsuo Ito
Sobre o Profissional

Visite a Clínica

Estamos localizados na
Av. Brasil, 399, Jardins, São Paulo – SP
Valet Parking no local.

Horário de Atendimento

Nosso horário de atendimento é de
segunda a sexta-feira das 8h às 20h

Visite a Clínica

Institucional

A ITO PSIQUIATRIA está sediada na Avenida Brasil, a região mais nobre de São Paulo, com fácil acesso pela Av. Brigadeiro Luis Antônio, Av. 9 de julho e Av. República do Líbano.

Visa o atendimento individualizado de forma mais humana e pessoal, tendo como objetivo não só a melhora dos sintomas, mas também a recuperação social, familiar e profissional de cada paciente.

Atendimento

Nosso horário de atendimento é de segunda a sexta-feira das 8h às 20h