Outubro Rosa e a Psiquiatria

Outubro Rosa e a Psiquiatria

Existem 3 níveis de Prevenção na Medicina.
A prevenção primária tem como objetivo evitar o surgimento da doença. No caso do movimento Outubro Rosa estamos falando de uma prevenção secundária, que é o rastreamento e tratamento precoce da doença.
Muitos esquecem, no entanto, da prevenção terciária, que nem menos nem mais importante do que os outros, trata da reabilitação do paciente pós tratamento, tendo como objetivo melhorar a qualidade da vida do indivíduo.

O tratamento de Câncer de Mama tem alta taxa de sucesso em termos oncológicos quando detectado precocemente, mas o abalo psicológico em perder o cabelo com a Quimioterapia e em perder a Mama pela cirurgia é muitas vezes esquecido ou deixado de lado pelos médicos no geral.

O cabelo e os seios são símbolos da feminilidade e isso compromete bastante no autoestima, na sua identidade como mulher, esposa e mãe, afetando drásticamente no comportamento e no jeito de encarar a sociedade com essa nova identidade visual.

Em todos os casos a paciente necessita de um acompanhamento psicológico para poder lidar e superar esse trauma, sem contar na alta incidência de episódios depressivos no período pós tratamento chegando a 25% das pacientes mastectomizadas.

Neste Outubro Rosa é importante lembrar não somente do tratamento oncológico, mas vamos olhar também a mulher como um todo, não só os seios, tentando realizar uma melhor abordagem e tratamento para sua rápida recuperação.